sexta-feira, 28 de junho de 2013

Sardegna - Paraìso italiano


A Ilha da Sardegna é localizada ao sul da Italia . Na parte mais ao norte da ilha é cercada por pequenas ilhotas. Toda banhada pelo mar mediterraneo, mais conhecido pelos italianos desde a época dos Etruscos como mar Tirreno. Deixa encantado todo turista que tem a oportunidade de passar por là.


Na història, a Sardegna serviu de cenàrio para os etruscos e fenìcios, deixando monumentos e ruìnas em cada canto da ilha.


O que mais chama a atençao, além das àguas cristalinas e seus corais, é a areia branca, fina e fofa. Existe uma praia, localizada na Ilha de Budelli, em que a tonalidade da areia è cor de rosa. Inclusive tive a oportunidade de ver essa areia no museu do mar de Santos. Nos dias atuais nao estao mais permitindo que os turistas desembarcarem por là, justamente porque estavam levando de "recordaçao" um pouco de areia para casa, prejudicando a paisagem natural do local.


Estivemos na Sardegna em 2010 e naquele ano meu filho havia completado 2 anos de idade. Foi o perìodo ideal pois escolhemos o mes de junho que é baixa temporada, propositalmente, em modo de encontrar acomodaçao mais economica, travessia e restaurantes sem necessidade de reservas. O calor era suportàvel, com bastante vento e o mar jà havia boa temperatura para nos deliciarmos naquelas àguas lìmpidas e cheia de tonalidades entre o azul turquesa e azul marinho!


O trajeto que fizemos, saindo da regiao da Lombardia aonde eu moro, foi pela auto-estrada finalizando em Livorno. Sao 3 horas de carro. Là, pegamos a balsa, quase um MINI CRUZEIRO. Havìamos feito a reserva on line e pagamento bancàrio. Bastou mostrar nossos documentos para recebermos o nosso bilhete de entrada. 



O estacionamento fica na parte inferior da balsa com mais de um andar de espaço para o estacionamento dos carros. Deixamos o carro estacionado e nos dirigimos até as escadarias; subindo, nos deparamos com um grande navio, cheio de atraçoes: A decoraçao é toda da turma de Looney Toones e a criançada jà entra no clima de férias! Piscina para adulto e criança; espaço para as crianças brincarem; parque com brinquedos; piscina de bolinhas; video games;





Tem opçoes de restaurante de luxo; piano bar; e restaurante self service; bares e lachonete também; e para finalizar sala de Tv e relax.


Chegamos exaustos e loucos por um banho. Como havìamos ainda 6 horas até chegar a Olbia, lugar de desembarque, decidimos na hora pagar por uma cabine. Como nao havìamos reservado ficamos com a que tinha disponìvel: 2 beliches(4 camas de solteiro) e um banheiro com chuveiro. Tudo de primeira. 


Conseguimos relaxar, tomar banho, cochilar, ir bater perna no cruzeiro, lanchamos e curtimos o visual. 

Reparem nas tonalidades da cor do mar!

Passou tao ràpido que quase perdemos o momento de descer para pegar nosso carro, ehehe.

video

A cordialidade dos Sardos a gente jà repara desde a balsa. Mas, foi em um restaurante, dirigido por um brasileiro, que tivemos um atendimento especial! E era dia de jogo da copa do mundo! Assistimos e torcemos juntos! 


A cidade aonde escolhemos nos hospedar foi em Santa Teresa di Gallura. Nosso HOTEL, Hotel La Funtana, era muito agradàvel e pròximo a um pequeno supermercado, aonde paràvamos para uma pequena compra de lanche para passar o dia na praia.



Matteo se adaptou à alimentaçao e ao clima. Acredito que toda criança, principalmente nessa idade, nos acompanhe nesse tipo de aventura sem dar muitos problemas.


Nosso imprevisto foi um mal estar do Matteo, uma febre que durou somente um dia e fomos muito bem atendidos no ambulatòrio local. Se fosse hoje, jà com minha filha mais nova, eu teria dado paracetamol e esperado 3 dias para levar ao médico; Depois que os anos passam que a gente se dà conta da nossa inexperiencia e também apreensao com as crianças quando estamos fora de casa. 


Tivemos uma noite elegante em um òtimo restaurante e o Matteo tinha espaço para brincar com balanço e até livrinhos para distrair as crianças. 


Em um dos dias que estàvamos por là o tempo fechou. Nao chegou a chover, mas ventou bastante. Entao colocamos roupas esportivas e fomos procurar trilhas e lugares para caminhar. Encontramos algumas praias e entre elas uma das mais bonitas que eu jà vi em toda a minha vida: E, naquele lado da ilha, nao estava ventando forte, pelo contràrio, estava fazendo um dia lindo de sol. Mas nossos apetrechos de praia haviam ficado no hotel, inclusive meu biquini, que pena! 





Antes da viagem meu marido havia planejado os locais que gostarìamos de conhecer, na sua maioria, naturalmente, praias. E conseguimos seguir nosso tour como planejado. Ocorreu tudo bem e até o que apareceu de imprevisto, foi adaptado perfeitamente nos nossos dias por là.


Nosso tour foi o seguinte:

Costa Paradiso

Santa Teresa di Gallura: A praia da pequena cidade chama-se Rena Bianca e é esplendida. Fica à 300 mts do centro. As suas àguas sao tao famosas que foram denominadas como "Bandiera Blu d'Europa". A areia é finissima e o mar tranquilo muito adapto às crianças. Tem estacionamento de fàcil acesso ,duchas e banheiros publicos. Nessa parte da Ilha a praia é protegida dos fortes ventos.


Capo Testa  - 'E uma zona montanhosa, chamada de "Promontorio di CapoTesta"; toda protegido por rochas, que na verdade sao feitas de granito. As marcas deixadas sao tao profundas que o visual é espetacular. Fica localizada ao norte de Gallura, distante mais ou menos hà 15km de Porto Pozzo.
Essa parte rochosa é ligada à terra firme através de calcario-arenoso, que separa a baia de Santa Reparata à La Colba.  Outra aconchegante praia da regiao, no verao é lotada de turista devido à proteçao que recebe dos fortes ventos.




Tem Cala Grande, aonde estivemos também e é bem espaçosa, nao havendo aquela sensaçao de praia super lotada.


Para chegar à todas essas praias foi necessàrio usarmos o carro. Algumas vezes o estacionamento era a pagamento( 5 euros por 6 horas). Outras, era no meio à trilhas, nao havia problemas em estacionar em pequenas estradinhas.


Rena Majore  -  Fica a poucos metros de distancia da pequena aldeia turistica de RenaMajore. Fica entre Galluna, aonde estàvamos hospedados, e Vignola. Para chegar a praia devemos caminhar em uma estradinha sem asfalto. Toda a praia deve haver 1km de comprimento. Um outro paraìso, com areia clarissima , fina e presença de pequenas rochas.


Conca Verde -  Também pertence à Santa Teresa di Gallura. Tem uma identidade particular pois ao seu redor, na sua orla, ela possui àrvores mediterraneas e com seus troncos altissimos formam sombras enormes resultando em um cenàrio encantador! A areia dessa praia é quase dourada. E fofa! Nao é grande mas justo por isso passa aquele ar de tranquilidade. Me lembro de ter usado um bar pròximo a essa praia. E, havia estacionamento pròprio.


Valle del' Erica - 'E considerada uma das maiores praias de Santa Teresa. Tem estacionamento livre na parte superior da praia. Para descer esse caminho deve tomar cuidado para nao se machucar. Se tiver carrinho de criança, melhor nao levar. Ou seja, para quem usa cadeira de rodas nao é aconselhàvel por ser de difìcil acesso. Diria que é uma praia para adultos. Apesar de ter brincado bastante com meu filho na beira da àgua, em menos de 5 mts em direçao ao mar jà encontramos um disnìvel profundo.




La Marmorata - Essa praia era afastada de Santa Teresa di Gallura, mais ou menos 5 ou 7km. A areia branca, fina e a àgua limpida, quase com uma cor esmeralda. Nesse dia, que começou com um sol maravilhoso, improvisamente caiu um torò de verao! Todos correndo para os carros, por sorte tinha estacionamento e era pròximo e de fàcil acesso, hehe. Criançada rindo, adulto catando bolsas e acessòrios, foi divertido pois jà estàvamos mesmo recolhendo nossas coisas antes do temporal, que deve ter durado 15 minutos, rs.





Agora, um dos locais que saìram dos nossos planos(eeeee!!!!!) foi andarmos de carro até a Provincia de Sassari. Ali encontrei uma das praias mais bonitas do mundo! O municìpio é Stintino, a  praia:


La Pelosa - A faixa de areia é bem estreita. O mar tem uma cor tao turquesa, limpido, que vem quase vontade de beber aquela àgua! A areia é branca, e eu diria que é uma das praias que mais me lembraram as ilhas Maldivas.



Essa foi a minha experiencia nessa ilha maravilhosa. Muita gente tem curiosidade e me pergunta se vale a pena ir até a Sardenha; e também como eu comparo com as Ilhas Maldivas. Dificil responder pois além das bellas praias sardas, temos muita història, muita rocha, muita beleza selvagem. Na pròpria cidade vemos a vegetaçao seca, muito vento também. A areia aonde nao tem asfalto é alaranjada. O calor é diferente nas Maldivas, por exemplo. E nas àguas das Maldivas vemos muitos corais, nadamos entre peixes e a temperatura da àgua é quente! Uma beleza exòtica.


Todo lugar tem seu charme. E lugares assim, valem sempre a pena conhecermos de perto!




















Um comentário:

Selma Fernandes disse...

Ola, estou morando perto de Cagliari, sou brasileira de Sao Paulo. Estou buscando brasileiras por aqui!
Meu contato é
selma@belajosefina.com.br
bjo