terça-feira, 29 de outubro de 2013

Morar na Italia nos dias de hoje - Minha opiniao

Tenho recebido muitas mensagens e emails de pessoas espalhadas pelo Brasil perguntando a minha opiniao a respeito de vir morar na Italia. 

Coincidentemente eu escrevi sobre esse argumento no site Brasileiras pelo mundo no qual faço colaboraçao com alguns textos sobre as atualidades na Italia.

E, dessa vez, resolvi fazer um video de bate papo sobre o assunto.

Para assisti-lo basta clicar AQUI

Abaixo a copia do texto que escrevi ao BPM.
Espero sirva de auxilio de algum modo à quem està pensando sobre o assunto. Qualquer dùvida que eu possa ajudar, deixe nos comentàrios aqui do blog ou là no youtube. Obrigada!

"Convém viver na Italia nesse momento de crise?

Mudei para a Italia em 2005 e em relaçao ao bem-estar e perspectiva de trabalho as coisas mudaram e muito de là para cà. Essa crise que està prejudicando a Europa, principalmente: Italia, Grecia, Espanha e Portugal, atrapalham o crescimento de um futuro fàcil e seguro.

A desocupaçao de jovens é elevadissima e as pessoas que jà possuem um trabalho devem concordar em aceitar situaçoes nada agradàveis, como por exemplo: a diminuiçao do salàrio para garantir o pròprio emprego ou correrao o risco de ficarem desempregados no dia seguinte. Afinal, tem uma fila de pessoas interessadìssimas em uma vaga profissional nos dias atuais.
E, nao podemos julgar o chefe da empresa com essa atitude: ou ele decide assim ou a pròpria empresa corre o risco de fechar as portas por nao conseguir pagar os seus funcionàrios e nem sequer comprar mercadorias para a movimentaçao do negòcio.

O numero de empresas falidas estao no record històrico e as previsoes para o futuro nao sao tao animadoras assim.

Verdade seja dita:  o europeu, ao menos o italiano, é um povo pessimista e o que escutamos ou lemos nos jornais é assustador. O numero de suicidos por conta dessa falta de trabalho aumentou muito nesse ultimo ano.

Por exemplo: o custo de energia é muito alto e, apesar dos avanços através de geradores de energia natural - como o teto solar ou as hélices que produzem energia com o vento -  os valores da energia elétrica nao se abaixam em total crise economica do paìs.
Nos dias de hoje é muito dificil encontrar vaga em empresas pois as mesmas tendem a mandar embora as pessoas mais velhas, prestes a entrar na aposentadoria e, nao contratam novos empregados, assim a empresa devagarzinho vai reduzindo custos e funcionàrios.

Se uma pessoa jà mora na Italia e possui uma casa pròpria e tem um emprego, ela se basta e consegue viver assim.
Se uma pessoa pensa em vir nesse momento à Italia, sem um trabalho em vista, ou procurando algo de grande, tal como: uma especializaçao ou um cargo importante; terà que colocar no papel os riscos que irà correr, como por exemplo: aluguel à pagar - e nao custa pouco- alimentaçao e, o mìnimo para se viver. Talvez neste momento nao compensaria todo o esforço. Principalmente à um estrangeiro, as portas sao mais difìceis a se abrir, a nao ser que venha para procurar um trabalho mais simples, como por exemplo: garçom, limpeza, obras, enfim.
Terà um salàrio inferior mas conseguirà ter qualidade em educaçao e saùde, visto que sao gratuitas e, diferentemente do Brasil, ao menos em minha regiao, ao norte da Italia, de qualidade.

Se um estudante vier à Italia para especializaçao de um curso, deve saber o custo dos exames e o nìvel de dificuldade que o mesmo irà oferecer; ou seja, todo tempo disponivel serà ocupado para se dedicar aos estudos. Se procurar alojar-se em albergos e casas de estudantes poderà encotrar preços mais baixos de moradia. Mas, sempre com um emprego para se manter. Eu friso bem a importancia de conseguir um trabalho ANTES de vir embora do Brasil pois poderà levar meses até encontrar um "bico" por aqui.

Talvez quem venha para abrir um pròprio negòcio poderia negociar com um banco, mas, nesse momento, o pròprio banco està evitando e dificultando os empréstimos aos clientes. E para o mesmo precisa de uma garantia, seja um salàrio ou a hipoteca de um bem.

Infelizmente nesse momento a situaçao està crìtica para os lados de cà. Em cidades como Florença, Verona, Roma podemos encontrar um campo de maiores oportunidades, mas a concorrencia é grande.
Em Milao, tenho lido, em jornais, depoimentos de cidadaos com seus somente 40 anos de idade sem trabalho, assustados com a discriminaçao da idade e a situaçao de "falsa imagem" de Milao: "cidade da moda e do comércio italiano", entao, nao sei se posso pronuncià-la aqui como oportunidade. Obviamente que quanto menor a cidade menor serà a chance de um bom trabalho no mercado.
Mas nao é regra.

Vale lembrar que a Italia é um paìs principalmente agricola, e quem tem intençao de trabalhar nesse campo, poderà encontrar oportunidades em pequenas cidades interioranas.

Vou citar um exemplo, para termos idéia do custo de vida atual na Italia, através de um empregado de uma empresa aonde o salàrio minimo é de 1200 euros ao mes.

Digamos que seja casado sem filhos:

O custo bimestral de energia elétrica é de 200 euros.

O custo bimestral de gàs para a cozinha, o aquecedor da àgua e da casa(no inverno usamos o gàs) : 350 euros

O custo anual para a "Comune" da sua cidade pelo lixo diferenciado recolhido na porta de sua casa (150 euros) e para a àgua do esgoto mais ou menos um total de 500 euros.
A nao ser que voce tenha o poço de àgua em sua casa.

Para quem possui carro, o custo entre : taxa, seguro, revisao a cada 2 anos (sem contatar a manutençao) um valor de 500 euros ao ano.

Um aluguel ou financiamento de um apartamento pròprio pode ficar em uma margem de 400 euros ao mes dependendo da localizaçao;

A manutençao da familia, nesse caso sem filhos, entre: comida, gasolina, roupas, remédios, etc, 200 a 300 euros ao mes;

Ainda bem que o custo médico é gratuito ou muito baixo entao prefiro nao incluir.

Despesas extras, como telefone, celular, internet, mais ou menos em 30 euros mensais.

Vamos à matemàtica!

 1.200 (salario) x 12(meses) = 14.400

A diferença com a somàtoria do meu exemplo é de que sao 13.060 as despesas anuais para esse casal. 

Sobrarà : 1340 euros ao ano. 

Se os dois trabalham, terà uma sobra para viagens e poupança. Se somente um deles trabalhar, terao uma vida normal, dentro do padrao mas sem gastos com futilidades. 

Deixando o meu exemplo de lado, temos que pensar que atualmente os cargos de trabalhos com carteira assinada e tudo regular, tem um tempo de contrato de 3 meses. Depois disso a empresa decide se te coloca na rua ou continua com voce. Ou seja, o risco é grande. 

Relendo meu texto parece desencorajador, mas quando se trata de um assunto sério como esse é melhor sermos sinceros.

"Diferente do pessimista, o otimista ve uma oportunidade em cada dificuldade". E, por isso eu procuro nao dar ouvidos aos papos pesadissimos sobre crise e trabalho na Europa que tem por aqui, pois nas minhas veias corre sangue brasileiro e eu nao desisto nunca! Nesse caso em acreditar que a cada dia temos a chance de acordar e encontrar uma nova soluçao ao problema, hehe!"

Obrigada a todos que leram o texto. 






45 comentários:

Carolina Godinho Rosa Szabadkai disse...

É Daph, a coisa não é fácil em nenhum lugar... A gente tem que lutar pelo que quer e tirar o melhor proveito disso. ;)
Beijão!

Ana Claudia Rizzuto disse...

Excelente o seu texto Daphne! E muitíssimo útil no meu caso:tenho cidadania italiana e penso em me mudar para a Itália e ter nocão de valores ajudou muito!

Daphne Desirée disse...

Que bom, Claudia. Estou elaborando um video sobre o custo de vida na Italia, vamos ver se no inicio do ano consigo publica-lo e auxiliar mais pessoas como voce, com intençao de virem para o lado de cà.
Um abraço e obrigada por participar!
Daphne

Azor zooaldo disse...

Ola Daphne Desirée parabens pela materia ficou muito bem explicado,morei na italia entre 1993 e 1994 em ceprano,mais ou menos 100km ao sul de Roma,nessa epoca ja estava pessimo,muitos italianos indo para Alemanha,bom tenho a cidadania desde 1990,e minhas 2 filhas tambem,dei entrada na naturalização de minha mulher,somos casados desde 1994,minha filha pretende estudar arquetetura,estou me programando para inicia 2015,teria ideia de custo aproximado para 4 péssoas(uma ideia),pretendo comprar uma casa não no centro meio afastado,acha que com 1000 euros mensais consigo me manter sem aluguel
Abçs

Daphne Desirée disse...

Olà Azor! Primeiramente, obrigada pela gentileza quanto ao meu texto.
A respeito de custo de casa fora do centro depende do tipo de habitaçao. Vou pedir a voce um pouquinho de paciencia pois tem bastante gente me pedindo praticamente a mesma informaçao que voce e estou programando para logo um video sobre o custo geral de vida na Italia. Para 4 pessoas, 1000 ao mes é possivel, sem custo de financiamento ou aluguel, taxas e certamente extras como jantar fora, fazer esportes, seria um pouco apertado, dando para o que é essencial , o ideal para ter tudo seria de 2.000 a 2.500 ao mes.
Abraços e obrigada!

Anônimo disse...

Olá, Daphne.
me chamo Marcela e sempre tive muuuita vontade de ir morar na Itália, quero me mudar no inicio do ano que vem (se Deus quiser, as coisas ja terão melhorado ai), ainda nao sei em que cidade, mais busco um lugar bem calmo, queria sua opinião em relação a qual cidade poderia encontrar uma vida calma e é claro um emprego que pudesse me manter ai, ja trabalhei em vários seguimentos (como a típica nordestina do brasil), entao não tenho medo de trabalhar em qualquer coisa que fosse, se poder ajudar eu agradeço. Beijo. Marcelamfv@live.com

Daphne Desirée disse...

Boa tarde, Marcela. Nao é simples indicar uma cidade para alguém vir morar, pois eu nao conheço todas as regioes na Italia. Eu posso lhe dizer que a adaptaçao climàtica e a questao de pessoas mais solidàrias é algo que pode contar na hora da escolha e para um brasileiro locais mais quentes seria o mais indicado pois nao é fàcil adaptar-se ao frio tao longo que temos na Europa. Aonde moro è Lombardia, mais ao norte e passo muitos meses com temperatura baixa. Se voce escolher cidades calmas mas em montanhas poderà encontrar neve em boa parte do tempo também. Por isso eu escolheria do centro sul para baixo. Além do que as pessoas por là costumam ser mais sociàveis do que as do norte, mas falo mais da minha regiao, das pessoas Mantovanas em geral, que sao mais individualistas. De repente no Trento(ao norte) seja diferente, mas é dificil eu poder lhe dizer pois nao moro là. Tem também Sicilia ou a ilha da Sardenha. Em relaçao a trabalho aqui em mantova tem muita imigraçao por parte de pessoas de Napoli, por nao encontrarem trabalho là no sul. Espero ter sido um pouco ùtil na sua escolha. Se procura trabalhar em algo turistico eu diria a regiao de Firenze. Espero nao ter lhe confundido ao invés de ajudar. Abraço e boa sorte! Daphne.

Lincoln Sposito disse...

Oi Daphne cono vai?
Eu e o meu irmão pretendemos ir para a Italia no próximo ano. O mercado de trabalho para profissionais de informática e amplo por ai?

Anônimo disse...

Ola, obrigada por seu texto, alem de utiln muito bem escrito. Minha duvida e se como brasileiros podemos morar / trabalhar legalmente? Conseguimos obter documento italiano se morarmos por algum tempo? quanto tempo? Vc sabe esta informacao? Muito obrigada, Maria Fernanda

Daphne Desirée disse...

Olà Lincoln,

Eu acredito que a area de informatica seja bastante abrangente em qualquer lugar do mundo. Nao posso afirmar que aqui ,neste momento de crise, ofereça ou nao trabalho, pois nao tenho conhecimento da àrea e nenhum conhecido que trabalhe com informatica.
Aconselho a voce procurar pela Larissa, do canal LARISSA NA ITALIA(youtube), aonde ela começou a oferecer consultoria para quem estiver interessado em saber de alguma area especifica no setor profissional aqui na Italia.

obrigada pela participaçao
Daphne!

Daphne Desirée disse...

Boa tarde, Maria Fernanda!
Se voce sair do Brasil com um emprego através de empresa, tudo jà vem feito pelo local do trabalho e voce nao precisa se preocupar com nada.
Se no caso voce vier como turista, com a permissao de entrada que duram 90 dias esperando que neste periodo encontre um emprego, dependendo do que voce iniciar a trabalhar, eles te darao o permesso di lavoro. (Trabalho).
Sempre que voce tiver o PERMESSO, serà entao possivel estar legal no paìs e conseguir alugar um imòveò. Caso contràrio, passando os 90 dias de permissao na Italia, voce serà considerada clandestina e nao poderà fazer nada, comprar um telefone celular, um carro, ou mesmo conseguir emprego de forma legal.
Nao saberia te informar mais, aconselho entrar em contato com o consulado brasileiro na Italia.

Boa sorte! beijos e obrigada pela participaçao!!
Daphne.

Webs RebeldeS disse...

Estou com uma duvida cruel, conheci um italiano aqui no Brasil, rj , ele ja voltou para Itália pra ser mais exata Spoleto .
Estou muito apaixonada , ele quer que eu vá morar com ele ...
Devo seguir meu coração?

luisa manuela disse...

Olá Daphne! Estou pensando em fazer minha faculdade na Itália, mais precisamente em Bologna. Pretendo me formar em História e não há melhor lugar para se formar em História do que uma das universidades mais "velhas" do mundo Ocidental, certo? Haha
Para uma jovem de 18 anos que quer fazer sua universidade e não veria problema de trabalhar como garçonete ou coisas assim, pode ser que eu consiga me sustentar e terminar minha faculdade por pelo menos 3 anos? Obrigada ♥

Daphne Desirée disse...

Olà Luisa!
As universidades aqui tem um valor alto.
O trabalho de garçonete, principalmente no periodo noturno, é bem pago. Mas dizer que è garantia por 3 anos é um risco. Ultimamente eles pegam os funcionàrios para um trabalho temporàrio, que pode durar de 3 meses e se prorrogar em perìodos de turismo alto.
Para saber mais procure em blogs que falem sobre universidades.
Obrigada pela participaçao e sucesso!
Daphne.

Daphne Desirée disse...

"webs rebelds"

Quando mudamos de paìs perdemos muitos direitos e com isso
jogar-se em um relacionamento com alguém desconhecido, em um paìs diferente, com outra cultura e sem apoio ou conhecimento de ninguém, pode ser perigoso.

Nos dias atuais temos a oportunidade de aproveitar a web justamente para nos beneficiar e existem diversos sites , videos no youtube, que tratam a respeito desse argumento. Aconselho voce a pesquisar e escutar pessoas que jà passaram pela mesma situaçao.

Verifique quem é a pessoa, cuide da sua segurança. E se decidir ir de encontro a ele, deixe todos os seus conhecidos e familiares a par de tudo. Esonda seus documentos dele, dinheiro e tenha sempre em mente estratègias, como por exemplo: saia do Brasil sabendo aonde fica a embaixada mais pròxima do local aonde voce estarà , caso precise pedir auxilio.

Infelizmente o mundo està cheio de pessoas ruins e as boas acabam pagando por isso. Desejo muita felicidade à voce!

Daphne.

Flávia Peixoto disse...

Olá, Daphne!

Sou jornalista em Brasília, onde trabalho na TV Brasil Internacional, que transmite para mais de 60 países. Nós fazemos um programa Brasileiros no Mundo e o próximo será sobre Brasileiros na Itália. Gostaria de entrar em contato com você, queria saber como andam as coisas por aí. Tem um email ou telefone que eu possa ligar?
Abraços
Flávia Peixoto

Daphne Desirée disse...

Bom dia , Flavia.

Obrigada pelo contato. Meu email é mixpelomundo@hotmail.com

Abraços,
Daphne Pierin

Anônimo disse...

Bom dia,
o texto do sita é de outubro de 2013. A crise continua afetando a Itália da mesma forma quando iniciou-se? Ou já melhorou? Se melhorou, quais foram os aspectos?
Obrigado pela atenção.

Daphne Desirée disse...

Infelizmente a situaçao està piorando desde o ano passado.

Aguardaremos que agora com a nova eleiçao algo seja feito para nos tirar dessa crise.

Abraços,
Daphne.

Anônimo disse...

Primeiramente parabens pelo blog vc esta ajudando muitas pessoas ...me tira uma duvida por favor se e for pra italia como turista e conseguir um emprego antes de vencer meu visto e eles me der o permesso eu fico legal no pais e oque e preciso para eles darem o permesso me ajuda por favor.....paulo do rio de janeiro...

Mary disse...

Olá Adorei seu blog e gostaria de saber infos mais atuais de Verona.
Custo de vida, facilidade de hospedagem e emprego, etc.
Grata,
Mary

Daphne Desirée disse...

Boa tarde, Mary,
O texto, apesar de ser de outubro de 2013 nao sai da atualidade dos dias atuais. Podemos ainda usa-lo como base para as suas duvidas. Em relaçao a Verona tenho videos no meu canal do youtube, tanto falando de como é morar na regiao Veneta, particularmente em Verona e, um video de passeio em Verona.

Obrigada pelo comentàrio, beijos!
Daphne.

Robb disse...

Ola Daphne,
Atualmente estou em processo para adquirir minha dupla cidadania/passaporte europeu Português. Você saberia me informar se tenho mais facilidade em adquirir um emprego na italia me tornando cidadão europeu?

Outra questão é, as empresas também contratam técnicos? Sou formado em química e desenho mecânico (Projetista CAD), tenho essa dúvida afinal aqui no brasil eles dão bem mais oportunidade para quem tem faculdade.

Obrigado desde já
Abraço

Robb

Daphne Desirée disse...

Bom dia Robb,
Obrigada pelo contato!

Sim, com documento de cidadao italiano é tudo mais simples, mas mesmo quem possua o "Permesso di Soggiorno" consegue entrar no mercado de trabalho. Ultimamente dao mais preferencia ao pròprio italiano , visto que muitos estao desempregados.

Em relaçao a sua pergunta sobre Tecnicos, aqui eles valorizam a sua capacidade profissional, independentemente se voce é laureado ou tecnico em alguma especializaçao, diferentemente do que acontece no Brasil aonde, quanto maior seu curriculo de estudo maior chances de obter um trabalho. Tecnicos sao bem vistos e aceitos por aqui.

Obrigada a voce pela confiança e boa sorte com o processo de cidadania!

Daphne Pierin.

Anônimo disse...

Daphne, muito obrigado pela informação acima. No caso o "Permesso de Soggiorno" seria igual o "Cartão de Cidadão" de Portugal?

Pelo fato de estar no processo da cidadania portuguesa, irei tirar o cartão de cidadão, será que ele não substituiria esse Permesso di soggiorno, valendo como documento para ter mais facilidade na hora de ingressar no mercado de trabalho?

Obrigado pelos esclarecimentos e me desculpe por muitas questões.


Tenha um bom dia,
Robb

Daphne Desirée disse...

Bom dia, Robb!

Nao é de meu conhecimento sobre valer o cartao de cidadao portugues na Italia, mas fui pesquisar e encontrei sites falando que é considerado um documento europeu e com validade em toda a uniao européia entao, acredito que isso seja um sim, vale na Italia. Mas, peço por gentileza que voce confirme essa questao no consulado portugues ou mesmo na Policia Estadual (ou outro orgao consideràvel) de Portugal antes de dar qualquer passo.
Boa sorte e obrigada pela confiança!
Abraços!
Daphne

Thaysa disse...

Oi, Daphne! Tudo bem?

Excelente o seu texto, muito esclarecedor! Como sou uma pessoa otimista e sei que você também é(afinal somos brasileiras... hehe), fiquei contente em saber que saúde e educação são gratuitas. Totalmente diferente daqui do Brasil. Os professores sofrem e são desvalorizados. E, àqueles pais que trabalham não dão conta de educar seus filhos...
A saúde aqui também deixa a desejar. Ouvi uma informação que 60 milhões de brasileiros usam plano de saúde. Você já imaginou se todos os brasileiros resolvessem não ter plano de saúde e depender do SUS, que caos não seria?!?!

Acredito que esta crise na Europa vai acabar e aos poucos tudo irá melhor!

Bacione amica!!!
Thaysa

Daphne Desirée disse...

Oi Thaysa! Obrigada pelo comentàrio :)
Em alguns casos exames médicos sao a pagamento, mas normalmente o custo é baixo. Quanto a educaçao, muitos comunes(prefeitura) começam a sentir dificuldade financeira em manter a qualidade das escolas e isso leva a um movimento muitas vezes com iniciativa das professoras em relaçao a escola. Vejo que existe bastante solidariedade nesse ramo e isso é gratificante. Por outro lado, é triste ser expectador dessa caìda na qualidade de vida italiana.
Mas vamos esperar que tudo se resolva para o melhor e em breve tempo, nossas crianças merecem um mundo melhor!
beijos!
Daphne!

Anônimo disse...

Oi, Daphne! Parabéns pelo seu Blog, achei muito bacana a forma simples e objetiva de seu post. Eu vivo com um Italiano no Brasil, nao podemos casar porque ele é separado. Tenho pensado na possibilidade de viver em Italia com ele, mas nao tenho ideia de como conseguir o PERMESSO DI SOGGIORNO. Voce, ou qualquer pessoa que ler meu comentario poderia me ajudar com sugestao?? Beijo

Daphne Desirée disse...

Olà! Obrigada pelo elogio ao post!
Quanto ao permesso di soggiorno, ou voce consegue por motivo famigliare, no caso se casasse com ele por matrimonio ou entao por lavoro(trabalho). Que eu saiba nao existe outro modo para a Italia liberar a permissao de permanencia no paìs. Beijos e te convido a conhecer o meu canal no youtube com informaçoes sobre a vida na Italia. ;)

la florecita disse...

Olá,Daphne. Sou leitora de seu blog, acho ótimo para tirar as dúvidas, sobre morar ou não na Itália. Meu marido é marceneiro,e tem cidadania italiana, eu sou florista,temos um parente que mora em Milão, mas acho o custo de vida alto. Procuro uma cidade próxima, com inverno ameno, com boa escola infantil e universidade,pode me dar sugestões?
Queremos trabalhar, e comprar uma casa.

Anônimo disse...

Olá! Gostei muito do seu blog. estou me aposentando ectenho uma irmã, um cunhado italiano e uma sobrinha italiana. Gostaria de passar de seis a nove meses por lá, fazendo turismo, estudando a lingua e a cultura. Como faço para conseguir o vistobde " reconjugimento famigliare"? Compro a passagem com data para três nesesce depois mudo a data? Sera muito difícil conseguir este visto? O que VC me aconselha???Agradeço a atenção.

Anônimo disse...

Oi Daphne, obrigado pela oportunidade. Tenho um sonho de morar na Italia depois de aposentado. Já possuo Cidadania Italiana. Gostaria de saber se com uma aposentadoria de R$ 11.000,00 /mês, um casal de aposentados consegue viver dignamente na Italia ?

Anônimo disse...

pra dizer a verdade, o que eu mais gostaria é de mudar do Brasil, pois não aguento mais tanta violência gratuita, tanta criminalidade junta. Adoraria viver na terra dos meus nonos, pois acho que por lá a família está em primeiro lugar, diferente daqui onde "cada um por si e seja o que Deus quiser". Perdi vários amigos e parentes vítimas de assaltos latrocínios. Adoraria saborear a culinária italiana, e andar nos campos, nas vilas, onde ainda vemos o valor da educação.

caetano junior disse...

olá sou tecnico mecanico automotivo e estou pensando em ir morar ai na italia em 1015 e gostaria de saber como esta o campo de trabalho para mecanicos de automoveis tambem sou soldaddor eletrecista ,borracheiro e faço de tudo um pouco penso em montar uma oficina mecanica ai ...poderia me dar umas dicas...obrigado no aguardo

Daphne Desirée disse...

Pessoal, obrigada pelo contato . Peço por gentileza que assistam a este video para saberem como pesquisarem sobre as duvidas ESPECIFICAS de cada um de voces. Obrigada pela compreensao! :)

https://www.youtube.com/watch?v=UmjGbfahlk4

Ivani Calvano Gonçalves disse...


Fico triste em saber da situação da Itália, país que adoro. Estive por duas vezes na Itália e sinto saudades, mas sinceramente, tenho medo de retornar e ficar decepcionada. Uma família do interior de São Paulo passou uma semana nas cidades turísticas e veio apavorada. Disseram-me que em Roma o nível de desocupação é alarmante, e que pessoas se oferecem para ajudar os turistas para roubá-los. Fiquei muito triste. Tive um professor italiano que me recomendou ir ao interior onde a situação talvez seja melhor. Ele mesmo já trabalhou em universidades em todo o mundo, veio para a PUCRS e foi nomeado na UNB, deu sorte, além da competência é óbvio. Mas sinto saudades da Itália.

Daphne Desirée disse...

Bem-vinda ao meu cantinho, Ivani e obrigada por compartilhar essa experiencia por aqui. Realmente nos dias atuais a desocupaçao està altissima, muitos pais de familia desesperados sem saber como manter seus filhos, pois de um dia para o outro empresas e negòcios estao falindo e ninguem contrata mais. Inclusive sub empregos estao à risco. Esperamos que essa situaçao melhore logo.
Quanto a esse episodio em Roma, bem, Roma sempre foi famosa , mesmo hà 20 anos atràs, aos espertinhos de plantao. Eles veem turistas e logo vao para cima, sem a pessoa perceber, atè dentro de catedral eles roubam! Quando vim a primeira vez para a Italia, eu havia 18 anos, e jà me diziam isso, hehe.
Mas venha a passeio sim para matar a saudade. O turismo continua oferecendo bellissimas paisagens e oportunidades de cultura por aqui! Sem dizer na gastronomia, nao é mesmo?!
beijos!
Daphne.

Anônimo disse...

Oi Daphne, achei seu post muito legal, tirou algumas dúvidas, muito bem explicado, parabéns.
Estou me programando para passar um tempo na Itália, tenho um processo de descendência que exige que eu fique pelo menos um mês, porem eu gostaria de ficar um pouco mais, estava vendo que a cidade onde estarei é "próxima" de onde você mora, Turim, você poderia me indicar onde posso saber mais sobre o local? Grata. Patricia.

MATHEUS disse...

olá, muito bom o blog. faço direito e vou me formar em 2 anos, final desse ano eu retiro a minha cidadania italiana. tenho muito interesse em após me formar me mudar para a italia a fim de fazer uma pós graduação e trabalhar por aí. já começo o meu curso de italiano esse mês. com a situação que vive a italia hoje, vc desaconselharia essa minha vontade de ir prai? muito obrigado desde já pela atenção.

Daphne Desirée disse...

Oà, Matheus , seja bem - vindo aqui no blog!
Quanto a sua pergunta, eu nao aconselho e nem tanto desaconselho alguém a vir ou nao à Italia.
Posso somente sugerir que quando vier tenha em mente o seu objetivo e que, naturalmente, venha preparado financeiramente para os inconvenientes que possa acontecer durante a sua estadia.
As notìcias correm solta pelos telejornais, internet e mesmo nos videos do youtube: a situaçao atual economica da Italia està péssima. Alto numero de desempregos e de italianos abandonando o solo italiano em busca de empregos pelo mundo afora.
Isso nao quer dizer que và acontecer com voce essa dificuldade. Por exemplo, muitos italianos procuram investidores. Se voce tem dinheiro e quer investir, serà fàcil encontrar projetos e ofertas.
Boa sorte no seu caminho e sucesso em sua vida!
Abraços!
Daphne.

Monique Fraga disse...

Olá daphne. Gostaria de saber o seguinte como que eu Fasso para ir mora na italaia e de que que eu preciso pois não só descendentes de italiano e nem tenho parentes aí só amigo ? Desde já agradeço

Maria Cafasso disse...

Olá Daphne,
Meu nome é Maria Cafasso. Gostei do seu post, porém vou ser bem sincera, muito desanimador. Eu pretendo morar na Italia, pois não suporto mais viver no Brasil depois desta crise PT. Creio que pior do que o Brasil a Itália não está, aliás nenhum pais por pior que seja, pode estar pior do que o Brasil. Tenho dupla cidadania. Pretendo comprar uma casa na Itália e gostaria de morar na região da Toscana. Porém como é uma decisão difícil de se tomar, estou pesquisando os custos. Tenho uma empresa aqui no Brasil e como necessito apenas da internet creio que não terei problemas em morar aí.
Pergunto pela sua experiência o que você sugere, eu morar de aluguel um tempo ou comprar uma casa. Gostaria de morar perto do mar. Qual cidade você indica?
Obrigada e boa sorte!

Ana Cigolini disse...

Olá Dafne, gostei muito do teu blog. Estou indo pra Florença em junho/16, passar um ano. Já tenho passaport italiano, não vou precisar trabalhar, pq estarei aposentada, por isso tenho algumas dúvidas específicas e, se puder me ajudar, agradeço.
Tenho conta no Banco do Brasil (eu sei que em Milão tem BB), então, mesmo assim preciso ter conta em Banco italiano; Seria mais interessante alugar um apt. pela internet apenas por 2 ou 3 meses e depois ver melhor, ou já alugar por todo o período;
Se tiver alguma informação mais útil agradeço. At. Ana Cigolini

Daphne Desirée disse...

Olà Ana,

Sim, voce pode optar por alugar um apt por 3 meses e se tudo ocorrer bem, renovar o contrato.
Boa sorte e alegrias na sua estadia!
bjos
Daphne.