segunda-feira, 23 de março de 2020

Alto Adige - Museu do queijo!

Hoje vou falar para voces de um local interessante localizado no Alto Adige, em Vandoies. 'E uma fabrica de queijos, um laticinio da alta montanha que voce pode, além de comprar o produto artesanal e diversas tipologias de queijo, vinhos e outros artigos, visitar o Museo di Capriz, que fica localizado no andar debaixo da loja de conveniencia. 

Neste museu, voce terà a oportunidade de assistir todos os passos da produçao do queijo, através de sistemas tecnologicos, desde o leite cru até o seu processamento ao produto final, solidificado, ou seja, o queijo.
A gama de produtos é muito ampla. Entre as propostas estão os queijos de cabra e vaca, com mofo externo ou crosta vermelha, mussarela de cabra, uma variedade de queijos frescos e queijos duros. 

Ao interno da loja , voce pode degustar um vinho ou tomar um simples café sentado em uma das mesinhas dispostas no ambiente.

O diferencial do produto de Capriz é a sua origem dedicada totalmente a producao do queijo de cabra. Capriz procura assim revitalizar a criacao das cabras e trazer a tona um novo sabor: particular, suave e saboroso.

No video publicado semana passada, mostro rapidamente à voces parte do Museo di Capriz. O link para o video é:






segunda-feira, 9 de março de 2020

Coronavirus: Inevitavel argumento.

Meus projetos para o blog incluem passeios, dicas de hospedagem e gastronomia. Nao é meu intuito textos polemicos. Mas, visto a situaçao atual e de mudanca repentina no nosso dia a dia e que està afetando a economia italiana, achei conveniente responder a todos em rede virtual para atualiza-los sobre essa nova incognita: o Coronavirus.

Nao sou esperta e nem faço parte da area de saude. Nao estarei expondo o que penso sobre quem leva a situaçao de forma superficial ou quem a vive no panico. 

Moro na provincia de Mantova, logo, na regiao da Lombardia. Foi decretado ha apenas dois dias que fazemos parte da "zona rossa"(area vermelha). 

O que isso significa? 

Até entao estavamos ja vivendo com algumas restricoes, uma delas: a escola. Meus filhos atualmente estao com 12 anos e a mais nova faltando pouco para completar 9 anos. Ambos, desde o feriado de carnaval, nao retornaram à escola. 

Nos primeiros dias apòs o termino do feriado, quando chegou o aviso que nao abririam a escola até um breve periodo de tempo, nada mudou..parecia somente um feriado prolongado.

Mas entao, mais atualizaçoes e decretos foram aparecendo e com isso, dados, numeros, noticias, mortes. 

Os professores tiveram otimas iniciativas, como por exemplo aulas via video(youtube privado), skype, email. 

A escola da nossa regiao possui um registro eletronico, uma especie de plataforma virtual, para cada aluno. Possuimos nosso proprio login e password. E através desse sistema podemos acompanhar e auxiliar as crianças com trabalhos e licoes de casa. Proximamente, acredito que inclusive provas serao realizadas assim, visto que o ultimo decreto preve ainda 1 mes dentro de casa.

A area vermelha, ou zona rossa como é chamada em italiano, se diferencia por restricoes em aberturas comerciais, academias, cursos de qualquer entidade e, ao meu ver a parte mais delicada: fechamento de entrada e saida da propria cidade. 

Nao digo somente por me sentir prisioneira da minha propria terra, pelo meu modo inquieto de estar parada e nao gostar de repetir passeios. Ah, se fosse somente isso, dariamos um jeito e a gente aprenderia lidar com a nova rotina. 

O problema acontece com a economia da regiao, com empresas e negocios que nao conseguirao se manter por tanto tempo assim e refletira em todo o paìs. Por empregos perdidos, estudos parados, universidades, vida social e lazer. 

Imagine um trabalhador que tiraria as suas ferias em um determinado mes do ano para passar com sua familia alguns dias de lazer, talvez viajar para rever parentes e, de repente seu chefe decide fechar a empresa e obriga quem està com um numero de ferias altas pega-las antes do tempo?!

Essa pessoa "gastarà" os seus dias de folga dentro da sua propria cidade, sem poder ao menos visitar parentes vizinhos. 

Sim, lembrem-se que na Italia tudo é muito perto. Um exemplo : de Mantova a Verona sao mais ou menos 30 a 40 minutos de carro. Muda sotaque, comida e passeios. Mas, faz parte do Veneto. Nao é permitido circular. Mas, pior, na zona rossa, nao é permitido nem sair da propria cidade, mesmo que faça parte da Lombardia, como ir de Mantova a Milao, enfim.

So estao permitindo situaçoes graves e motivos profissionais para a transiçao de pessoas e veiculos. Ainda nao estamos em situaçao de alarme aonde por exemplo, apos um determinado horario nao pode circular ninguem na rua. (Coprifuoco).

E a parte mais delicada de toda essa situaçao é o sistema de saude. Na nossa regiao temos uma boa estrutura hospitalar e médica. Mas, com a propagaçao do virus os leitos podem vir a faltar. Deverao fazer escolhas entre um paciente e outro. Darao prioridade a quem tem "mais chance" de viver! So de imaginar que o "nao escolhido" possa ser uma boa pessoa, um amigo ou parente, me vem arrepios pelo corpo. 

Para piorar, os italianos do sul, desesperados e em panico, retornaram numerosos nas suas regioes e, o que se teme agora é que tenham levado esse virus sem saberem se estao ou nao infectados, pois, em muitos casos, aonde a imunidade é alta, o virus é assintomatico. 

E no que isso pode acarretar? Ao sul, o saneamento basico e sistema hospitalar sao precarios e, infelizmente levaria a um numero altissimo de morte e descontrole de toda uma nacao. E , recordem-se, nao somente pelo virus, mas pela escolha de quem internar e a quem salvar a vida.

Nao penso seja necessario recordar os cuidados para prevenir a entrada de qualquer virus e bacteria em nossas casas, e nem o quanto seja importante fazermos isso em nome das pessoas que ja estao com a saude debilitada e fragil. 

Neste momento estamos procurando levar uma vida serena, nao direi "normal", sem passar preocupaçoes para as crianças e sem permitir que o panico chegue entre nòs, pois o medo e o desespero podem nos enfraquecer fisicamente e mentalmente. Se podemos sair para ir ao supermercado, o faremos, evitando de levar toda a familia. Ah, um breve parenteses para quem pergunta: nao estamos em guerra, os supermercados continuam com alimentos nas prateleiras. Tiveram familias desesperadas que fizeram grandes compras para garantir alimentos por meses em casa, mas nòs seguimos fazendo nossas comprinhas semanais, ehehe. 

Se podemos passear em locais abertos, iremos. Se devemos evitar livrarias e cinemas, faremos tambem este esforço. Esperando por uma resoluçao o mais rapido possivel... afinal, um pais que vive de historia, cultura e arte...como farà sem os seus turistas e admiradores?!

PS. Lembrando que o uso de mascaras serve para quem convive com pacientes que possuam o sistema imunitario baixo e a quem ja està doente. Se voce tem saude e nao tem contato com pessoas doentes, deixe as mascaras disponiveis para quem realmente precisa do utilizo delas! 







sexta-feira, 6 de março de 2020

Quem ainda aparece por aqui?

Ola Pessoal!!

Sim, eu sei. Passaram se muitos meses desde a minha ultima postagem. Como muitos leitores sabem, passei por um luto importante e, naturalmente, minha vida mudou de la para ca.

Ideias e inspiraçoes nao me faltaram. Acredito que a rotina faltou. O tempo para dedicar à mim. Foram meses de burocracia, equilibrio, familia, trabalho e um novo amor. 

Talvez agora seja o momento de engrenar a primeira marcha e retornar, tipo low tour, com os posts e vlogs. 

Ah, sim, sobre redes sociais! Adoro Instagram. Mas nao tenho muita habilidade com os videos ao vivo. Estou sempre colocando fotos do meu dia a dia, receitinhas e alguns passeios pela bellissima Italia.

Quanto ao Youtube, ficou mais dificil dedicar tempo para transferir videos para o pc e edita-los. Com isso, acabei me distanciando de voces e de trazer curiosidades e paisagens da bella Italia. 
O blog , bem, estou aqui , nao é mesmo? Entao meu primeiro passo està dado! 

Conto com voces para um feed back, assim saberei se estou escrevendo para alguem ou para ninguem, ehehe. Digam me como preferem seguir as dicas e noticias daqui do meu cantinho pra voces, ok!

Por hoje deixo esse breve "Olà" a quem passar por aqui, aguardando ansiosa um retorno positivo de voces, leitores do Mix! 

Ate breve!


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Valeggio sul Mincio - Aonde fica? Por que visitar?

Valeggio sul Mincio é uma Comune da Provincia de Verona, localizada na regiao Veneto. 


Um lugarzinho "piccolo piccolo", minusculo para dizer a verdade! Mas entao por que visita-lo? Por dois motivos bem vàlidos : o Nò do Amor e pelo seu borgo, considerado um dos "Borgos mais bonitos da Italia"("I Borghi più Belli d'Italia")!!!


Como o nome mesmo diz, Valeggio é atravessado pelo rio Mincio e, as paisagens que encontramos em seu borgo sao incrìveis. O borgo que tanto menciono na verdade fica a 5km da cidadezinha de Valeggio e se chama Borghetto. Jà falei sobre Borghetto AQUI no blog e também em videos! 


Suas ruas nos transportam a um periodo medieval, com a presença de um Castelo e Torre. Cascatas dos encontros das àguas, peixes que podem ser vistos pela transparencia de suas àguas limpidas e sua principal atraçao, o mulino, que ainda hoje funciona. Um local romantico, normalmente escolhido pelos jovens esposos para fazerem as fotos de casamento e receberem os convidados em um dos lindos restaurantes a beira do rio Mincio.  Para saber mais, clique no post de Borghetto, AQUI

O outro superrrr vàlido e indicadissimo motivo para visitar Valeggio sul Mincio é a culinària italiana!

Foi aqui que deu-se origem a um dos meus pratos favoritos de massa italiana: o Tortellini. Também chamado Agnoli, ou, "nò do amor", apelidado assim pelos mais romanticos! Dou a minha palavra à voces que nao existe melhor agnoli(leia: "Anholi") que esses provenientes de Valeggio! (Talvez os da minha sogra possam supera-los, ehehehe). 

Querem ver como se prepara o Agnoli caseiro na tradiçao italiana? Clica no video abaixo:


E esses dias tive a alegria de ir almoçar com minha famìlia por là e entrei em uma osteria tradicional, do jeito que eu AMMMMOOOOO!!!! E se voce sonha com a Italia, com aqueles lugarzinhos aconchegantes, familiares, entao esse local também é feito para voce!!! 

(Esse nao é um publi post, fomos almoçar casualmente nesta Osteria e simplesmente ganharam uma cliente fiel pela òtima cozinha e atendimento. Nao recebi nada em dinheiro , pagamos nossa refeiçao sem desconto e por isso tenho total liberdade de opiniao neste post). 

Vou deixar aqui a localizaçao para voce, caso passe pelas bandas de là , dar uma paradinha para o almoço ou jantar. Mas antes, quero completar esse assunto e dizer que , para 4 pessoas, incluindo vinho da casa, bebida para as crianças, doce e café, gastamos menos de 45 euros. Ou seja, além de tudo, é economico! 

Lorenzo pediu um TRIS. Eu também ja falei sobre o TRIS neste video, ao minuto 13:20



'E um prato da especialidade da casa, ou seja, nesse caso sao tres tipos de tortellini: com ricota; com espinafre e com abobora; Além de ter vindo o tradicional tortelli di carne in brodo.

O endereço é: 
 TRE CORONE OSTERIA
Piazza Carlo Alberto, 26.
0457950190

E caso voce esteja dentro do Borgo, em Borghetto, a dica de Osteria é:
AL VOLTO
Via Giotto, 1. 
0456370691

O video do nosso almoço neste restaurante voce encontra aqui embaixo:


Além de ser pròximo de Borghetto, Valleggio nao é tao distante das cidades de Verona e Mantova. Em 1 dia voce consegue visita-lo. 

Voce ja esteve por là? O que achou? Deixe nos comentàrios! Pode ser ùtil para outro leitor que està planejando sua viagem à Italia.

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Aonde comer em Mantova?

Existem diversos locais, dentro e fora, no centro històrico de Mantova.

Hoje irei indicar os mais renomados durante o tour pela cidade. 

Se voce quer elegancia e nao se importa com o valor total da conta, pode ir tranquilo ao Ristorante Aquila Nigra. Ele fica em uma otima localizaçao, é tradicional e come-se bem. Mas aconselho comer o primeiro e segundo prato, pelo contràrio, sairà de là ainda com fome pois os pratos sao servidos elegantemente, o que quer dizer um prato fino e nao transbordando pelos lados!


Um meio termo, nem tao caro mas nem tao barato é a Osteria Antica Fragoletta. Localizada na Piazza Sordello, bellissima, bem rustica e com atendimento de primeira. Os pratos tradicionais mantovanos serao de passar a lingua nos dentes! A propòsito, o local foi de propriedade de uma atriz do Seculo VII a.C. !! 

O ultimo local que indico foi inclusive a dica de um leitor do blog que hà algum tempo atràs me escreveu perguntando se eu conhecia tal local para se comer em Mantova que ele se lembrava de ter comido o melhor prato naquele restaurante. 

Atravès de fotos e localizaçao, consegui encontrar o endereço e, sò devo confirmar a qualidade do local que, hoje em dia, indico toda vez que alguém me pede sugestao para degustar os pratos mantovanos: Se chama Spirito Divino e é uma trattoria muito aconchegante, com musica ao vivo, localizado no Centro Històrico e cozinha tradicional! Preço respeitoso e pratos excelentes!



E voce, tem alguma dica de restaurante/bar/osteria? Deixe nos comentàrios, pode ajudar alguém com a sua opiniao! 
Grazie! 

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Sobre os lagos de Mantova

Hoje vou falar com voces sobre os lagos que cercam Mantova. 

Mantova é cortada pelo Rio Mincio que dà origem aos 3 lagos de Mantova: Lago Superiore, Lago Inferiore e Lago di Mezzo. Antigamente havia um quarto lago, chamado Lago Paiolo.

O rio, em italiano Fiume, chamado Rio , é um canal que atravessa Mantova e liga o Lago Inferiore ao Lago Superiore.

O centro da cidade é interligado por pontes, pois é cercado de água por todos os lados.  

Um particular dos lagos de Mantova sao os Fiore di Loto. Um tipo de planta que tem origem no Japao e sem uma certeza absoluta entre realidade e lenda, trazidos de là para Italia, mais precisamente, Mantova. Hoje nominada também de "Cidade das flores de lotus".

A flor de lótus é uma raiz da planta aquática que pertence à família Nelumbonaceae; nativo das regiões orientais.

Sua maturação ocorre com o aparecimento de grandes folhas flutuantes e meses de verão. Uma das curiosidades é que a àgua que a banha escorrega pelas suas folhas e assim flutuam na superficie do lago.

Muito usada também na culinària oriental é rica em vitaminas!

Dos lagos voce pode admirar a cidade, dar uma volta de bicicleta, caminhar ou até mesmo um tour de barco pelo lago. 
Google Imagens

Na beira do lago temos um verde coberto pelas sombras das arvores e ali é possivel, durante a primavera e o verao, fazer piqueniques ou até mesmo tomar sol!

Para finalizar aconselho voces a visitarem o "Parco della Scienza" que fica localizado nas proximidades do Lago di Mezzo. Ali estao vàrios instrumentos para adultos e crianças experimentarem descobertas cientìficas interessantissimas. Tudo ao ar livre e gratuitamente!

No pròximo post estarei indicando locais para voces provarem a culinària Mantovana! 

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Quanto gastamos em 1 dia na Italia?

"Quanto preciso para passar 1 dia passeando em uma cidade italiana?"

Essa pergunta parece ser simples de responder, mas vai depender de qual cidade voce estarà visitando naquele dia, o que voce està programando visitar e como irà se locomover de um lugar à outro. 
Se voce estiver em uma cidade cheia de locais para entrar e visitar, como Florença ou Roma, certamente terà um gasto mais alto em relaçao aos ingressos. Voce pode economizar comprando através de sites , muitas vezes com preços promocionais. 
Se, pelo contràrio, voce estiver em pequenos vilarejos, somente para apreciar a paisagem e modo de viver do italiano, terà gasto somente com alimentaçao. 
O gasto com acomodaçao irà depender, por exemplo se o hotel é de classificaçao: quantas estrelas, em quantos voces sao(1 pessoa ou casal ou ainda filhos acompanhando). 
Com casa alugada certamente a economia é grande, pois voce irà economizar a cada noite e também com alimentaçao, pois poderà ir ao supermercado fazer compras e preparar voce mesmo suas refeiçoes na casa. 
Os transportes podem ser : metro, trem, onibus, barco, aviao e até bicicleta. 
Até aqui tudo irà depender da sua programaçao e planejamento de viagem. Se serà um tipo mochilao, turismo médio ou turismo de alta classe. 
Entao chega a parte mais concreta da pergunta, aonde é mais simples de calcularmos: a alimentaçao. 
Como eu disse antes, se voce alugar casa irà fazer compras no supermercado e preparando voce mesmo as suas refeiçoes, irà economizar e muito. 
Caso voce esteja em um hotel, poderà ir ao supermercado e comprar lanches para levar durante os seus passeios. Deixando o restaurante para uma das refeiçoes, ou almoço ou jantar. 
Dependendo do restaurante/osteria/trattoria que voce entrar, eles irao cobrar pelo "Coperto" que é um valor em base aos preparativos da mesa; Pode ir de 2 euros a 6 euros a pessoa. Aconselho voce, antes de entrar, procurar pelo Menu exposto do lado de fora do estabelecimento, assim voce jà poderà avaliar o "coperto" e também os valores dos pratos servidos. 
Quanto mais ao centro històrico de uma cidade, mais caro serà o valor do restaurante. Se afaste um pouco, caminhe pelas ruas e perca-se em locais mais populares, do dia a dia, e irà perceber que os preços sao mais economicos. 
Para um "primo piatto" voce poderà gastar de 8 a 10 euros.
O "Secondo piatto", que costumam ser carnes, peixes, o valor pode variar de 12 a 20 euros. 
O "Contorno" , que sao acompanhamentos em torno de 8 euros. 
Digamos que uma pessoa em um restaurante popular gaste por volta de 15 euros, contando jà o valor da bebida. 
Se voce optar por um lanche , estilo americano, pode gastar na média de 7 euros. 
E se voce comprar paes , queijos, salames, montando assim o seu "piquenique", irà gastar menos de 10 euros. 
Contando somente a alimentaçao, sem adicionarmos o valor de tickets de trem, entradas em museus e compras de lembrancinhas para a familia, seu gasto ao dia em alimentaçao serà de uma média de 30 euros ao dia se fizer 1 refeiçao em restaurante e 1 lanche durante o dia. Caso opte por se alimentar bem, em lugares pròximos ao centro , com um couvert de entrada mais caro, pode contar com 50 euros ao dia por pessoa.

Voce poderà economizar muito em garrafinhas de àgua na Italia. Praticamente em todas as cidades é fàcil encontrar fontes de àgua potàvel e basta encher a sua garrafinha pessoal toda vez que encontràr uma no seu caminho! Cada garrafinha pode custar de 1 a 2 euros, faça conta dos dias que ficarà na Italia e quantos euros poderà economizar usando a agua da fonte! 


Na minha experiencia, nas viagens que faço com a minha famìlia, encontramos como soluçao os lanches em uma refeiçao e na outra um bom prato caprichado, ou mesmo pizza. Para os lanches em dias de inverno, acomode-se em alguma mesa em centro comercial, aonde voce terà aquecedor, banheiros por perto e comodidade. 
Uma particularidade é que os locais economicos e até fora da agitaçao, costumam ter um gosto especial e bem caseiro, feito com capricho para o cliente! 
Caso seja primavera/verao, permita-se um "bello pic nic", jogue uma tanga, uma toalha quadriculada de vermelho e branco, um lençol, e exagere nas frutas, como por exemplo morangos, banana e uvas! Elabore tapwers com tomate picadinho e queijo branco, paezinhos, focaccia, acompanhados de um suco e muito àgua! 
Tenho um video aonde falo sobre os tipos de estabelecimentos na Italia, é muito interessante e importante sabermos as suas diferenças, assistam clicando abaixo:


E outro video aonde falo sobre a curiosidade da alimentaçao dos italianos, ehehe:

Espero ter sido de ajuda!